Núcleo de Estudos e Artes do Vale do Âncora
Terça-feira, 12 de Abril de 2011
A Escola do Santo

O ano de 1820 é uma das datas simbólicas da história de Portugal pois foi marcada por momentos de ruptura e de evolução social para com o passado.

Foi um período de transformações em que monarquias tradicionais aceitaram constituições com influências liberais que “mexeram” com vários aspectos de conceitos políticos, culturais, económicos e de pensar da época.

As classes dominantes como a nobreza latifundiária e a burguesia industrial e comercial transformam-se passando as duas últimas a ter acesso ao poder, e o povo tem algumas melhorias, especialmente respeitantes à sua participação política e a outros direitos continuando as suas dificuldades quanto às condições de sobrevivência.

O liberalismo e a industrialização vieram a criar necessidades como foi o impulsionamento do ensino público a vários níveis desde o primário, médio (1836-37) e reestruturação do artístico, técnico e superior. Iniciou-se a fase da necessidade de uma mão-de-obra especializada e de uma melhor organização.

Com estas transformações há outra que marca a época e a dignidade humana que foi a abolição da escravatura em Portugal por Decreto: em 1854 os escravos do Estado, em 1856 os escravos da Igreja e em 1869 é a abolição definitiva em Portugal e colónias. 

 

Nesse período o Vale do Âncora foi uma área de emigrantes do sexo masculino e Gontinhães em particular (antiga designação de Vila Praia de Âncora).

Essa emigração era constituída por pessoas muito válidas pois a grande maioria sabia ler, escrever, assinar, escrever com fluência e contar, e tinham uma profissão. Estes fluxos eram devidos à falta de condições de permanecerem na sua terra natal e os que conseguiam vencer e ter êxito por outras paragens, regressavam e houve alguns que não se esqueceram da sua terra e de suas necessidades, tornaram-se beneméritos. Salientamos Domingos José Gonçalves, Celestino Martins Fernandes e António Manuel Alves do Rego.

Este último, com a oferta da “Escola do Santo”, concretizada a seis de Novembro de 1879, tornou esta data um marco importante no aspecto da preparação dos Ancorenses para enfrentar o futuro.

 

A cerimónia da entrega realizou-se em casa do benemérito Comendador António Manuel Alves do Rego, onde estiveram presentes o Presidente e Vogais da Junta de Paróquia e Regedor da freguesia de Gontinhães, na presença dos Ex.mos Drs. António Alberto da Rocha Páris, Governador Civil de Viana do Castelo, António Xavier Torres da Silva, deputado eleito pelo círculo eleitoral, Manuel Xavier Torres e o Administrador substituto deste concelho, António da Costa Viana e outras pessoas.

 

 

 

Na cerimónia o Ex.mo Comendador disse “que havia adquirido esta propriedadede de cazas e n´ella mandara fazer as accommodações nessessarias para estabelecer na mesma uma escolla d´insttruçao primaria para allunos do sexo masculino e com ella pretendia doctar a terra da naturalidade de meu pae, e n´este intuito fazia plena sedencia e doacção da alludida propriedade, com todos os seus accessórios e mobilias à prezente Junta de Parochia para que esta destine o estavelecimento doado ao fim referido”.

Clarificando o que pretendia disse ”que a loja da frente do prédio doado, separada do resto do edifício por uma parede e com entrada pela frente da mesma Caza, será distinada a salla das sessões da Junta de Paróquia e as audiencias do Juizo Ordinario d´este julgado e do Juizo de Paz d´este districto.”

 A Junta de Paróquia agradece o serviço prestado à instrução pública, pois não havia estabelecimento onde pudessem “obter a educação literária que hoje se torna indispensável”

A aposta além do ensino serviu para que a Junta de Paróquia a partir dessa data tivesse o seu local próprio de reuniões e não se diversificasse por locais muitas vezes as casas dos autarcas dessa época como aconteceu nos dois anos anteriores a esta doação.

Havia necessidade deste tipo de ensino abarcar o sexo feminino o que foi sentido pela Junta de Paróquia da época e na sua reunião de 31-05-1891 esta veio a solicitar às entidades competentes para que fosse criada uma escola primária para o sexo feminino pois na altura já existia mais de uma centena e meia de crianças nessa idade escolar.

Este edifício funcionou como escola e Junta de Freguesia durante diversas décadas e durante uma série de anos já com ensino para ambos os sexos.

Depois de desactivada ainda funcionou como casa de ensaios da banda de música de Vila Praia de Âncora (1952-1957) e de arrumos de materiais de festas, após o que foi vendida a um particular para sua residência.

 

O NUCEARTES – Núcleo de Estudos e Artes do Vale do Âncora, considera que este ano de 1879 passou a ser uma referência para os Ancorenses pois foi uma marca em que se virou uma página com rumo a um aumento do conhecimento e evolução desta freguesia e do Vale do Âncora, simbolizado num acto de desprendimento e compreensão do futuro que um descendente desta terra quis praticar com a oferta dum edifício para se poder praticar o ensino primário e que ainda hoje se conhece o edifício como “Escola do Santo”.

A nossa singela homenagem ao benemérito Comendador António Manuel Alves do Rego.



publicado por nuceartes às 14:38
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Ainda sobre a Bandeira Az...

Movimentação de areias na...

Visita da Direcção do NUC...

Melro d'Água em edição di...

Qualidade da areia no “Mo...

Borrelho de Coleira Inter...

Nota de Imprensa

Proposta de valorização d...

A Masseira navega nos mar...

SOS Litoral Norte

arquivos

Agosto 2017

Junho 2017

Janeiro 2017

Novembro 2016

Junho 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Outubro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Outubro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

links
Visitas
Free Counters
Free Counters
blogs SAPO
subscrever feeds